Controle de Qualidade

 ÁGUA

O controle da qualidade é feito no momento em que a água entra na estação, estendendo-se até as residências, onde existe um monitoramento através de coletas nas residências, escolas, creche e hospitais, realizadas semanalmente, sendo que a potabilidade da água tem de estar de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde).

 Com a vigilância municipal, estadual e federal, o SAAE cumpre criteriosamente a Portaria 2.914/2011-Ministério da Saúde, que são normas e padrão da potabilidade de água destinada ao consumo humano.

 Além disso, para chegar até as torneiras com boa qualidade e atender as necessidades da população a água percorre um grande trajeto. Atento a isso o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Aracruz conta com um capacitado corpo técnico que atua no laboratório e nas ETA’s, de modo que à população possa tomar uma água sem quaisquer danos à saúde. Todo esse sistema de controle de qualidade está integrado à Seção de Operação e Tratamento com responsável técnico profissionalmente habilitado.

 Rotineiramente são feitas as seguintes análises físico-químicas no Laboratório e nas ETA's do SAAE:

a) Diariamente a cada duas horas são analisados os seguintes parâmetros:

- pH, Cloro residual, Flúor, Turbidez, Cor.

  b) Rotineiramente são feitas no laboratório do SAAE as análises bacteriológicas, ou seja, microbiológicas, através do método Colilert, que obtém o resultado em 24 horas.

 

PARÂMETROS ANALISADOS

 Cloro Residual

O Cloro é um agente bactericida. É adicionado durante o tratamento com o objetivo de eliminar bactérias e outros microrganismos que podem estar presentes na água.

Concentração mínima exigida = 0,2 mg/l (miligramas por litro) de cloro residual.


Turbidez

Turbidez é a medição da resistência da água à passagem da luz. É provocada pela presença de material fino (partículas) em suspensão (flutuando/dispersas) na água. A turbidez é um parâmetro de aspecto estético de aceitação ou rejeição do produto.

Valor máximo permissível de turbidez na água distribuída é de 5,0 NTU.


Cor


A Cor é uma medida que indica a presença na água de substâncias dissolvidas, ou finamente divididas (material em estado coloidal). Assim como a turbidez, a cor é um parâmetro estético de aceitação ou rejeição do produto.

Valor máximo permissível de cor água na água distribuída é de 15,0 U.C.


pH

pH é uma média que estabelece a condição ácida ou alcalina de uma água. É um parâmetro de caráter operacional que deve ser acompanhado para otimizar os processos de tratamento e prevenir contra corrosões ou entupimentos as tubulações do sistema de distribuição. É um parâmetro que não tem risco sanitário associado diretamente à sua medida.

Faixa recomendada de pH na água é de 6,0 a 9,5.


Coliformes

É um grupo de bactérias que normalmente vivem no intestino de animais de sangue quente, embora alguns tipos possam ser encontrados também no meio ambiente. É uma análise utilizada como indicadora de possível contaminação microbiológica.


Flúor

O flúor é um elemento químico adicionado à água de abastecimento, durante o tratamento, devido à sua comprovada eficácia na proteção dos dentes contra a cárie.

O teor de flúor na água é definido de acordo com as condições climáticas (temperatura) de cada região, em função do consumo médio diário de água por pessoa. A ausência temporária ou variações de flúor na água de abastecimento não tornam a água imprópria para consumo.

 O teor de flúor pode variar entre 0,6 a 0,8 mg/l.

ENDEREÇO:

Av. Presidente Vargas, nº 343 - João Neiva/ES

ATENDIMENTO:

Telefone: (27)3258-1909
E-mail: atendimento@saaejn.com.br

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:

Segunda a sexta-feira, das 07 às 11 horas e das 12:30 às 16:30 horas